"O mais valioso de todos os talentos é aquele de nunca usar duas palavras...quando uma basta." Thomas Jefferson

O que é e Como Surgiu

A Programação Neurolingüística é definida como sendo a ciência e a arte de eliciar a excelência do ser humano.

Ela surgiu na década de setenta com Richard Bandler, um expert em computação e lógica, que na época estudava psicologia na Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, e John Grinder que era professor de lingüística na mesma universidade.

Partiram do princípio lógico de que, se alguém é capaz de fazer algo com excelência, se modelarmos cada ação da pessoa poderemos também fazer o mesmo. E assim, decidiram, a princípio, modelar o comportamento terapêutico de três celebridades do campo psíquico: Fritz Perls, um famoso psicoterapeuta criador da Gestalt; Virginia Satir, excelente terapeuta familiar; e Milton Erickson, hipnoterapeuta reconhecido pela rapidez com que alcançava seus resultados.

Ao modelar esses três profissionais, perceberam que para agir como eles, era preciso também descobrir como eles pensavam.

Iniciaram reconhecendo padrões comuns de linguagem entre eles, de onde surgiu o primeiro livro, “A Estrutura da Magia”, a partir de então a Programação Neurolingüística tem crescido de forma rápida em todo mundo.

Após o aprendizado da modelagem da linguagem, perceberam que era possível programar o cérebro, para que se pudesse obter comportamentos mais adequados ou variados frente a determinadas situações.

Daí o nome Programação (remodelagem), Neuro (do sistema nervoso), Lingüística (usando a linguagem).

Ou seja, a PNL trata da experiência humana subjetiva, como nosso cérebro administra as informações colhidas do mundo externo.

Sistemas Representacionais

Assim como vemos, ouvimos, sentimos sabores, tocamos e cheiramos o mundo exterior, também recriamos essas mesmas situações em nossas mentes, re-apresentando o mundo a nós mesmos através do uso interno de nossos sentidos. Podemos nos lembrar de experiências verdadeiras assadas ou imaginar experiências futuras possíveis (ou impossíveis). Você pode se imaginar correndo para pegar um ônibus (imagem visual lembrada) ou correndo pelos canais de Marte vestido com uma fantasia de Papai Noel (imagem visual construída). A primeira terá acontecido. A segunda, não, mas você pode representar ambas.

Usamos nossos sistemas representacionais em tudo que fazemos – memória, planejamento, fantasiando e na solução de problemas. Os sistemas principais são os seguintes:

O Sistema Cinestésico

Esse é o composto de nossos sentidos internos e externos de tato e consciência corporal. Também inclui o sentido de equilíbrio. As emoções também estão incluídas no sistema cinestésico, embora emoções sejam ligeiramente diferentes – são sensações sobre alguma coisa, embora ainda sejam representadas cinestesicamente no corpo. Quando você imagina estar se equilibrando numa trave e tem a sensação de tocar uma superfície lisa ou sentir-se feliz, está usando seu sistema cinestésico.

Às vezes, os sistemas olfativos ou gustativos são tratados como partes do sistema cinestésico. Esses dois são menos importantes nas culturas ocidentais européia e norte-americana.

Sistema Visual

Criamos nossas imagens internas visualizando, sonhando acordados, fantasiando e imaginando. Quando você imagina estar olhando para um de seus locais favoritos ou uma boa praia para passar as férias, está usando seu sistema visual.

Sistema Auditivo

O sistema auditivo é usado para ouvir música internamente, falar consigo mesmo e ouvir novamente as vozes de outras pessoas. O pensamento auditivo é freqüentemente uma mistura de palavras e outros sons. Quando você imagina a voz de um amigo ou de uma de suas peças musicais favoritas, está usando seu sistema auditivo.

Sistema Olfativo

Esse sistema consiste em odores lembrados e criados.

Sistema Gustativo

Esse sistema é composto de sabores lembrados e criados.

Não utilizamos nossos sistemas representacionais isoladamente, assim como não experimentamos o mundo através de um só sentido. O pensamento é uma rica mistura de todos os sistemas, assim como a experiência nos vem através de todos os sentidos. No entanto, da mesma forma pela qual alguns de nossos sentidos são mais desenvolvidos e mais “sensíveis” ao mundo exterior, alguns sistemas representacionais são mais bem desenvolvidos. Tendemos a favorecer esses sistemas. O sistema representacional preferido geralmente é ligado a um sentido preferido ou excepcionalmente agudo. Por exemplo, se você presta muita atenção no que vê, é provável que use o sistema representacional visual em seu pensamento. Com uma preferência visual, você poderá estar interessado em desenho, projetos de interiores, moda, artes visuais, televisão e cinema. Com uma preferência auditiva, poderá se interessar por línguas, livros, teatro, música, treinamento e palestras. Com uma preferência cinestésica, poderá se interessar por esportes, ginástica e atletismo.

Não há maneira “certa” de pensar. Depende do que quiser realizar. No entanto, pessoas criativas tendem a usar seus sistemas representacionais de forma mais flexível. A criatividade freqüentemente envolve pensar em uma coisa com outro sistema, talvez para, literalmente, “ver sob um novo prisma”.

Comentários   

+1 #6 Raimundo de Sousa 02-11-2010 19:00
existem muitos problemas para acontecer
em nossas vidas, como tambem muitas soluções. Então nada a temer do futuro.
tudo vem do inconsciente sem habilidade
até a vitória de pessoas vencedoras.
Citar
+1 #5 joao 22-10-2010 09:53
A gente é incrivel e só agora tamos descobrindo...
Citar
+1 #4 Eunice 03-09-2010 11:41
;-) demais tudo isso ....porisso que eu digo que a mais coisas entre o céu e a terra do que se pode ver; alias é poucos que podem usufruir de tão grande poderer...parab éns pelas matérias adorei
Citar
+2 #3 JOAQUIM DARUI 08-06-2010 08:33
:lol: É BOM SABER QUÃO VALIOSO SOMOS NÓS SERES HUMANOS, ISSO ME DÁ ESPERANÇA DE ACREDITAR QUE LOGO LOGO, TODOS NÓS ESTAREMOS MANIFESTANDO A NOSSA TOTAL CAPACIDADE INFINITA, QUE NOS FOI DADO DESDE QUE NASCEMOS. MUITO OBRIGADO PELAS INFORMAÇÕES...
E PARABÉNS A TODOS QUE PROCURAM ESSES TIPOS DE CONHECIMENTOS.. .
Citar
+3 #2 Elisangela M. Loss 18-05-2010 16:29
Achei o site extremamente informativo. Espero que continuem desenvolvendo o bom trabalho demonstrado aqui.
Citar
+3 #1 Tatiany Silva 20-04-2010 14:38
:roll: Achei o Artigo muito interessante, particularmente ainda não havia ouvido falar sobre o que é o PNL.
VIVENDO E APRENDENDO... ;-)
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

IBC

banner-descubra-pnl-v3 ibc

Anúncios Google

IBC

banner-descubra-pnl-v3 ibc

Thalentos

thalentos 2014

Ideah

Instituto Ideah

Congresso PNL 2017

banner-congresso