"Aprendo com as minhas mãos, com os meus olhos e com a minha pele o que nunca consigo aprender com o meu cérebro." M. C. Richards

Comprometimento: o oásis das organizações

Muito se fala nos tempos atuais sobre o COMPROMETIMENTO das pessoas nas organizações em que atuam. Sete em cada dez empresários, líderes ou executivos, queixam-se de que seus colaboradores não comprometem-se o suficiente.

Em primeiro lugar, cabe destacar que comprometimento é o sentimento de lealdade em relação a algo, sentimento este que desperta DOAÇÃO incomum das pessoas em relação a uma causa. Portanto, para que uma pessoa realmente esteja comprometida é imprescindível que ela crie significado em relação àquilo que faz.

Um caminho que muitos têm adotado é conhecer os interesses e motivações do indivíduo em questão. Resposta bastante simples, mas que revela grande profundidade, pois muitos gestores, por exemplo, aumentam os salários de seus colaboradores acreditando que isto será suficiente para que obtenham uma performance superior no trabalho e pouco tempo depois estão frustrados com os resultados. Qual o problema? Diagnóstico incorreto, isto é, não descobriram o que realmente poderia despertar uma entrega maior destas pessoas.

Fica evidente por essa abordagem que o COMPROMETIMENTO das pessoas é eliciado a partir de uma atuação diferenciada da liderança. Sua empresa até pode garantir que o quadro de colaboradores permanecerá oito horas por dia nos postos de trabalho, mas terá muitas dificuldades para certificar-se que os mesmos profissionais dedicar-se-ão com afinco às suas respectivas funções. Não é porque alguém compareceu à empresa que efetivamente "trabalhou".

COMPROMETIMENTO é um tipo de estado mental que se manifesta a partir do significado que o indivíduo dá a experiência que está vivendo. Vejamos um exemplo: Pense em algo do qual você gosta muito. Pode ser uma atividade que no seu significado desperta muito prazer durante sua realização. Imagine mais: No próximo final de semana, juntamente com alguns amigos diletos, você irá experienciar essa atividade.... Pergunte-se:

• Alguém vai precisar despertá-lo pela manhã no dia que partirá para a atividade?

• Você terá alguma dificuldade em lembrar  os instrumentos que necessitará para a melhor prática da atividade?

• Será necessário que outra pessoa lhe cobre sobre qualquer coisa que precisa fazer em relação à experiência em si?

• Você irá conseguir cumprir seus horários e suas metas para que a atividade seja bem executada e vivida?

• Se surgir algum tipo de transtorno que possa gerar obstáculos entre você e a experiência, haverá esforço da sua parte para resolver esse "problema" o mais rápido possível? 

• Você será capaz de dar o seu melhor para que tudo ocorra conforme o programado? 

Tenho convicção que, a partir de suas próprias respostas, você pôde concluir sobre o que É ESTAR COMPROMETIDO COM ALGO. O que de fato está acontecendo? É simples: No seu significado, essa atividade TEM MUITA IMPORTÂNCIA, é ALGO DE VALOR, que LHE DÁ PRAZER, e pelo qual VOCÊ "daria seu sangue".

Se é tão simples assim, por que, nas empresas, a grande maioria das pessoas tem imensa dificuldade em estar COMPROMETIDA? A resposta: A maioria das pessoas não encontra prazer naquilo que faz como atividade profissional. Além disso, os líderes não conseguem mobilizar a essência do indivíduo na busca dos resultados negociais. E para isto acontecer é fundamental que as pessoas ENCONTREM SIGNIFICADO naquilo que fazem. Veja bem, não estou falando do significado que o "chefe" gostaria que seu funcionário desse ao trabalho, mas sim o SIGNIFICADO que o próprio profissional desenvolve em relação à experiência de trabalhar naquela organização.

COMPROMETIMENTO é algo para ser eliciado, jamais para ser imposto. Pense sobre isto!

Na próxima semana vou discorrer sobre COMO mobilizar o melhor potencial pessoas, despertando maior comprometimento e alavancando maiores resultados para o seu negócio.

Até lá!

Sobre o Autor:

gersonGérson Rodrigues

Bacharel em Ciências Contábeis; Administrador de Empresas; Pós-graduado em marketing de relacionamento; MBA em Gestão de Negócios pela UFRJ; especialista em gestão de pessoas; Master Practitioner e Trainer em PNL, Coach; Consultor de empresas; Escritor; Autor do livro: Atendimento Nota 1000 , o que fazer para encantar e fidelizar clientes; Co-autor do livro: Ser Mais Líder; Diretor de Desenvolvimento da Soluttio Soluções em Gestão de Pessoas.

Referência: Soluttio Treinamento e Assessoria Empresarial

Comentários   

0 #1 tamires 27-08-2011 14:21
;-)
Bom na medida do possível....
Pois compreendo que você não queria se aprofundar tanto.
Mas espero que muitas pessoas compareça ao seu seminário, pois será muito interessante
Bom trabalho.
att,
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

IBC

banner-descubra-pnl-v3 ibc

Anúncios Google

IBC

banner-descubra-pnl-v3 ibc

Thalentos

thalentos 2014

Ideah

Instituto Ideah

Congresso PNL 2017

banner-congresso

Depoimentos dos Visitantes