"Deixe a beleza que amamos ser aquilo que fazemos." Rumi

Como está seu sentimento de Autoestima?

Como você se trata quando trata com você?

Você já se pegou se depreciando, se invalidando e fazendo pouco de você? Na realidade isso é mais comum do que se imagina, porém muitas vezes nem tomamos consciência desse comportamento que tanto nos prejudica.

No projeto para jovens chamado PNL Teen, existe algumas regras onde um colega não pode criticar o outro, nem fazer brincadeira de mal gosto ou ser indelicado. Se isso acontece ele tem que, imediatamente, olhar nos olhos desse colega e dizer 3 elogios, dar um abraço e pedir desculpas. O que fui observando é que os adolescentes que mais tinham atitudes de invalidação para com o outro eram os mesmos que tinham muitas criticas sobre si mesmos. E quase sempre eles faziam comentários do tipo, não consigo, não sou capaz, eu tenho medo... ou qualquer outra coisa que deixava a autoestima baixa. Foi aí que criei junto com minha equipe uma regra para combater a auto-depreciação, na qual todas as vezes que o aluno fazia um comentário negativo sobre si mesmo, tinha que imediatamente olhar no espelho, se pedir desculpas e fazer três autoelogios. O incrível é que eles tinham mais faltas consigo mesmos do que com os colegas. Com a convivência no projeto, a turma começou a adotar uma postura mais positiva, exercitando a gentileza consigo e com os outros, construindo amizades mais verdadeiras. Se você se deprecia é porque não existe uma relação de confiança de você com você. Se você não aprendeu a se amar e se aceitar não irá conseguir aceitar e ser amável com o próximo.

O número de pessoas que estão perdendo o sentido da vida, a alegria de viver é simplesmente assustador. Isso significa que pessoas que não se sentem merecedoras, criam uma vida com muitas dificuldades e nutrem a consciência de vítima fortalecendo uma personalidade ranzinza e desagradável. Por que uma pessoa é agressiva, mal-educada e as vezes cria conflitos com coisas tão pequenas? Por que o mundo está assim tão violento? Eu acredito que uma das grandes causas é a falta de amor próprio, de auto aceitação. Mas como aceitar alguém que não conheço?

Na área do comportamento humano aprendemos o quanto é importante termos a consciência de quem somos nós. Dotar-se da certeza de que você é um Ser único e que nunca existiu nem nunca existirá ninguém no mundo igual a você é fundamental. Como seria se você rasgasse o papel de vitima e parasse de culpar o outro, o sistema ou as circunstancias?

Como seria se a partir de hoje você desenvolvesse uma relação saudável com a pessoa mais importante de sua vida que é VOCÊ? Passar a se olhar com mais respeito, ter muito orgulho de ser quem você é, e aprender a patrocinar, a apostar na sua capacidade, erguendo a cabeça e pensando de forma positiva e alinhada com seus desejos, dá um novo significado ao seu viver. Aprender trocar lamentação por solicitação. Cessar todas as criticas sobre você, aprender a falar o que te incomoda, saindo do papel de vitima e passando a ser o protagonista da sua própria vida. Apenas respire fundo e entenda que cada pessoa é um universo e tem o seu jeito de perceber a realidade. Apenas não dê tanto poder para o outro. Permita que ele seja quem escolher ser e decida não permitir que isso te afete. Da mesma forma que existem pessoas com deficiência física e não adianta você gritar com um deficiente visual para ele enxergar, não adianta também você ficar esperando que o outro seja amoroso, seja gentil ou respeitoso se ele não tem esse combustível. Se na vida dele, em especial na infância, ele não foi tratado com respeito, ele não tem esse recurso para te oferecer. Então o melhor é não criar expectativa sobre o outro. A psicologia positiva nos ensina a encontrar nossas melhores qualidades, nossas forças de assinatura ao invés de focar em nossas fraquezas. A partir do momento que deixamos claro para nossa mente as forças que temos, nós assumimos um potencial que sempre esteve ali, embora adormecido e passamos a transitar pela vida mais feliz e em consequência disso aprendemos a entregar a nossa melhor versão para o outro e para o mundo.

Autor(a):

IMG 1448 Luiza Lopes é educadora, consultora de empresas e especialista em Programação Neurolinguística.



Referencia: Indesp - Instituto de Desenvolvimento Pessoal

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

IBC

banner-descubra-pnl-v3 ibc

Anúncios Google

IBC

banner-descubra-pnl-v3 ibc

Thalentos

thalentos 2014

Ideah

Instituto Ideah

Congresso PNL 2017

banner-congresso